Iniciou a formação musical em piano com seis anos, tendo completado oito anos de estudo da música. Aprendeu também a tocar guitarra clássica, o que lhe deu um importante impulso para entrar no mundo do Fado de Coimbra, cidade para onde foi estudar com 14 anos.

 

Já cantava e tocava pelas ruas de Coimbra antes de ingressar na Universidade, onde se formou em Engenharia Mecânica, tendo-se especializado em Gestão da Produção e Operações.

 

Iniciou formalmente a sua carreira de cantor no Orfeon Académico de Coimbra, destacando-se enquanto solista e elemento do Grupo de Fados residente daquele organismo académico. Foi também na qualidade de solista que ingressou na Estudantina Universitária de Coimbra.

 

Durante o seu percurso académico marcou presença nas serenatas Monumentais da academia coimbrã, tendo sido eleito para a Direção da Secção de Fado da Associação Académica de Coimbra, onde, entre variadas participações, integrou ativamente a organização da primeira edição do evento “Mês do Fado”.

 

Em 1996 integra o Grupo de Fados e Guitarradas de Coimbra Verdes Anos, com o qual continua a colaborar.

 

Conta com cerca de vinte anos de colaboração com diversas formações de Fado de Coimbra,  em inúmeras apresentações por todo o mundo, destacando-se o convite para as apresentações oficiais de Fado de Coimbra na Expo 98, em Lisboa, e deslocações em representação da cidade de Coimbra a Macau e Itália, bem como diversas digressões por toda a Europa (Espanha, França, Itália, Alemanha, Inglaterra, Escócia, etc.).

 

Foi convidado para diversos registos discográficos, destacando-se a gravação com os Verdes Anos, onde assina temas originais. Foi também convidado para registos televisivos, de onde se destaca o convite para a gravação na RTP de um documentário histórico sobre o Fado de Coimbra, juntamente com João Braga, Fernando Machado Soares, Artur Caldeira, Pedro Pinto e Paulo Soares, entre outros.